Terapia pelo Movimento

Se a dança é um modo de existir, cada um de nós possui a sua dança e o seu movimento original, singular e diferenciado. E é a partir daí que essa dança e esse movimento evoluem para uma forma de expressão em que a busca da individualidade possa ser entendida pela coletividade humana. (Klaus Vianna)

Dançar...
A palavra dança significa corpo em movimento.

A Dança (Terapia pelo Movimento) é um meio de expressão natural e espontâneo em que o corpo, integrando o ritmo e a música, ocupa uma dimensão de espaço e de tempo.
Na dança livre a mobilidade do corpo, os gestos, as posturas, as evoluções no espaço traduzem os pensamentos dos indivíduos, a sua afetividade e o conteúdo emocional de sua imaginação.
É uma linguagem pela qual se comunicam ideias expressas de uma forma não-verbal.

Todos nos movimentamos e podemos por isso dançar.

O movimento está inerente ao quotidiano da criança. É, por isso, motivante introduzi-la no mundo da Dança onde a criança usa o seu próprio movimento.

A inclusão é, cada vez mais, um ponto de referência no que se refere a crianças e jovens com necessidades educativas especiais, mas a implementação prática é por vezes impossível. Incluir pressupõe criar condições para que todos, sem exceção, possam ter acesso à sociedade e a tudo o que ela pode oferecer.

Para que esta oferta possa ser o mais alargada possível, por forma a aumentar a participação em sociedade, a Escola de Dança criou um espaço, em que crianças e jovens com perturbações do desenvolvimento podem dançar e utilizar o seu movimento, próprio e único, para expressar sentimentos.

Assim, foram criadas aulas de dança, para crianças e jovens com perturbações no desenvolvimento, onde existe um espaço para que o movimento aconteça sem grandes restrições. Estas aulas são desenvolvidas com pequenos grupos, onde são também incluídas crianças e jovens sem perturbações de desenvolvimento, com o intuito de criar um momento de espetáculo em que a interação entre todos, o espaço e a música aconteça.

Estes momentos de liberdade permitirão desenvolver conceitos como os de noção corporal, espacial e temporal, melhorar a memória e a criatividade, bem como a motricidade global.

O objetivo último destas aulas será a realização de um espetáculo onde todas as diferenças serão afinal a base de toda a criação.